Inicio 5 COMUNICADOS 5 MS INCORPORA AO SUS NOVA TECNOLOGIA PARA DETECÇÃO DO HPV EM MULHERES

MS INCORPORA AO SUS NOVA TECNOLOGIA PARA DETECÇÃO DO HPV EM MULHERES

por | mar 12, 2024 | COMUNICADOS

MS INCORPORA AO SUS NOVA TECNOLOGIA PARA DETECÇÃO DO HPV EM MULHERES

O Ministério da Saúde do Brasil estabeleceu a eliminação do câncer de colo de útero como uma prioridade de saúde pública. Para acelerar o diagnóstico e torná-lo mais preciso, foi incorporada ao Sistema Único de Saúde (SUS) a tecnologia de testagem molecular para detecção do vírus HPV e rastreamento do câncer do colo do útero. A portaria referente a essa medida foi publicada no Diário Oficial da União, na sexta-feira (8).

Em 2023, um projeto piloto de testagem foi implementado em Pernambuco, com um investimento de R$ 18 milhões. A decisão de expandir essa estratégia para todo o país é uma vitória para as mulheres, pois além de ser eficaz no diagnóstico precoce, permite um intervalo maior entre os exames. Enquanto o exame Papanicolau atualmente é recomendado a cada três anos, e anualmente em caso de detecção de lesão, a testagem molecular é indicada a cada cinco anos. Essa mudança visa aumentar a adesão das mulheres ao rastreamento e facilitar o acesso ao exame.

O câncer de colo de útero afeta milhares de mulheres, especialmente aquelas em situação de vulnerabilidade. A melhoria na precisão, eficiência e intervalo do rastreamento representa um avanço decisivo.