NORMATIVA QUE REGULAMENTA AS ATRIBUIÇÕES CLÍNICAS DO FARMACÊUTICO

NORMATIVA QUE REGULAMENTA AS ATRIBUIÇÕES CLÍNICAS DO FARMACÊUTICO

NORMATIVA QUE REGULAMENTA AS ATRIBUIÇÕES CLÍNICAS DO FARMACÊUTICO

A normativa, que regulamenta as atribuições clínicas do farmacêutico, permanece em pleno vigor. Para o presidente do CFF, Walter Jorge João, a Justiça mantém a coerência, pois já são em torno de 40 ações relacionadas a essa resolução e à resolução 586 em que o conselho obtém ganho de causa.

“Essa e as demais decisões reforçam que optamos pelo caminho certo quando decidimos resgatar o papel do farmacêutico no cuidado ao paciente. Não tratamos aqui de ocupar o espaço de outro profissional da saúde, mas de ocuparmos o nosso lugar, na orientação ao paciente sobre o uso seguro e racional de medicamentos e em outras necessidades em saúde, como o rastreamento de doenças.”

60 ANOS DO CRF-PB

60 ANOS DO CRF-PB

Hoje, 29 de outubro, o Conselho Regional de Farmácia do Estado da Paraíba (CRF-PB) completa 60 anos!

O CRF-PB se dedica, todos os dias, à sua missão: a de fiscalizar a ética no exercício da profissão farmacêutica, em todas as áreas de atuação. E o resultado tem sido positivo, uma vez que o farmacêutico conquistou estabilidade no mercado de trabalho, respeito e reconhecimento da sociedade.

CONJUNTURA POLÍTICA E CAMPANHAS DE VALORIZAÇÃO DA FISCALIZAÇÃO PROFISSIONAL

CONJUNTURA POLÍTICA E CAMPANHAS DE VALORIZAÇÃO DA FISCALIZAÇÃO PROFISSIONAL

CONJUNTURA POLÍTICA E CAMPANHAS DE VALORIZAÇÃO DA FISCALIZAÇÃO PROFISSIONAL

REUNIÃO NO CFF ✍🏻 O Conselho Federal de Farmácia (CFF) sediou nesta quarta e quinta-feira, 19 e 20/10, a 194ª Reunião Ordinária do Fórum dos Conselhos Federais da Área da Saúde. No primeiro dia, os trabalhos ficaram restritos às comissões de Educação e de Orientação e Fiscalização. Como anfitrião desta edição, o presidente do CFF, Walter da Silva Jorge João, participou da abertura da reunião do Plenário, no segundo dia. Ele deu boas-vindas e destacou a importância do debate, que inclui temas relevantes como o ensino a distância (EaD).

Em relação a este tema, o foco no momento é a Portaria do Ministério de Educação e Cultura (MEC) nº668/2022, que, entre outros pontos, institui o Grupo de Trabalho, no MEC, para apresentar subsídios com vistas à regulamentação da oferta dos cursos de graduação EaD nessas profissões. “Em sua plenária de setembro, o FCFAS avaliou que a medida é prejudicial e, por isso, irá acompanhar os desdobramentos do trabalho do GT”, informa a coordenadora do FCFAS, Zilamar Costa.

Outros assuntos relacionados à formação em saúde debatidos na reunião foram a renovação dos membros da Comissão Nacional de Residência Multiprofissional (CNRMS), no MEC, e a Portaria nº 921/2022, do ministério, que trata sobre os instrumentos de avaliação para cursos superiores de graduação. Foram debatidos, ainda, a conjuntura política e a realização de uma campanha institucional de valorização da fiscalização do exercício profissional pelos conselhos profissionais da saúde como aliada do cidadão.

Para saber mais acesse – https://site.cff.org.br/noticia/noticias-do-cff/20/10/2022/fcfas-debate-ead-conjuntura-politica-e-campanhas-de-valorizacao-da-fiscalizacao-profissional